Na última gira que estive presente foi um dia bem diferente. Me senti bem de estar no caminho certo do desenvolvimento, vou descrever um pouco da gira e como me senti, acho interessante compartilhar.

Início da gira

preto-velhoEstava bem distraído e sensível no início, e isso foi diminuindo ao passar da gira, substituindo por alegria e canto. Vieram os pretos-velhos dar consulta pela primeira vez no nosso centro (é muito novo, deve ter 3 meses e ainda é fechado ao público). É sempre bom contar com a experiência dos pretos-velhos, são calmos, e muito sábios. Após a consulta recebi o presente de um deles, o pedido para a dirigente me dar as guias feitas para mim. Terminando, fizemos o intervalo.

Entram os Exus

atabaqueVoltando, assumi o atabaque, como comentei anteriormente, nas giras de Exu eu tocava. Portanto eu me sentei e comecei a tocar e lá fiquei, super concentrado, com Maria Padilha, Pomba gira e entidades femininas incorporadas e pontos cantados sendo entoados.

Na hora que começou a tocar para Exus homens (Sr. Tranca rua e Malandros) comecei a sentir um calor danado, mas a princípio podia ser do atabaque, um médium incorporado ficou me encarando e fiquei um pouco tímido com aquilo, desviando sempre o olhar. Num certo momento, olhei nos olhos dele, olhos sérios que me disseram as seguintes palavras: “Saia daí, que ele vai vir”.

Incorpora, vai!

7 linhas da umbanda na incorporaçãoObedeci imediatamente e levantei me, no centro da gira. Veio uma sensação forte e não consegui controlar, começando a tremer todo o meu corpo numa frequência impressionante. Sim, era um pouco assustador, mas ao mesmo tempo curioso. Não era uma sensação ruim, apenas nunca experimentada.

Fiquei aproximadamente 5 minutos tremendo, com entidades vindo me ajudar e acredito ter tido a primeira incorporação por um minuto, já que experimentei sentimentos diferentes dos meus (nervoso, seriedade extrema, força). Foi então que tive meu primeiro momento incorporado e tive a chance de descobrir essa fase nova da vida, que me deram duas certezas: estou no caminho certo e cansa muito a incorporação.

Bom, acredito que existe muito por vir, muito a aprender, espero contar aqui coisas boas e até a próxima.